terça-feira, março 31, 2009

Só há liberdade a sério quando houver Liberdade de mudar e decidir (*)

"Queremos ser como a metrópole, com boas escolas e bons salários".

Eleitor Inoussa Abdallah, eleitor de Mayotte, pequena ilha de 186.000 habitantes situada no oceano Índico, no norte do canal de Moçambique, que decidiu ontem em referendo, por 95,5 por cento dos votos expressos, passar de "colectividade territorial" para departamento ultramarino francês.
(*) extraído de Liberdade de Sérgio Godinho

Dar e receber

Fazer amor com uma pessoa é fazer amor com o mundo.
A escrita também é isso, é fazer amor, física e psicologicamente, com o mundo.
Uma entrega e uma troca.

in publica
Lídia Jorge, escritora

segunda-feira, março 30, 2009




A parte física da aparência do macho é-me secundária.

O que me leva para os braços, esse que me traz o recado, é aquele que tem algo que apaga a aparência.


in publica
Lídia Jorge, escritora

domingo, março 29, 2009

foto: david watts
Sony World Photography Awards

sábado, março 28, 2009

foto: paulo pimenta
grupo crinabel de teatro

sexta-feira, março 27, 2009

quinta-feira, março 26, 2009

foto: felicia
"Ele nunca estava aqui (não vivia na mesma casa que eu); mas, sempre que precisei, estava lá."

Catarina Portas referindo-se ao seu pai Nuno Portas
Entrevista na Publica,15mar09

quarta-feira, março 25, 2009

O exagero e a desproporção são também anormais

O presidente do Sporting, Filipe Soares Franco, lamentou hoje que o presidente da Liga de clubes considere "normal" um "erro anormal" como o do árbitro Lucílio Baptista na final da Taça da Liga de futebol.

in publico.pt

General sem medo

eu sou mulher. Não preciso de me sujeitar a enfrentar um touro para mostrar que sou corajosa nem combater em duelo com ninguém por causa disso. Eu vivo bem comigo. É por ser mulher, às tantas não é por mais nada. Mas as mulheres têm esta coisa. Acho que nenhuma mulher se deixaria morrer em duelo para mostrar que não tem medo. Eu não preciso de mostrar que não tenho medo, que sou isenta.

Elisa Ferreira, candidata PS à CM do Porto
in Correio da Manhã,22mar09

terça-feira, março 24, 2009

A voz

Quem é que levanta a voz a defender a justiça social para África?
Nós portugueses fomos muito culpados da pouca-vergonha que existe em África e continuamos a sê-lo com o nosso silêncio"

Declarações de D. Januário Torgal
in publico

foto: saligia

segunda-feira, março 23, 2009

Campanha negra

Expliquem-me, por exemplo, porque é que os senhores jornalistas não deram destaque ao apelo do Papa contra a corrupção, lavagens de dinheiro, guerra e outras poucas-vergonhas em África?", questionou, salientando o destaque que os órgãos de comunicação social deram à proibição do uso do preservativo pelo Papa ao chegar a África, enquanto que os jornais de hoje falam da denúncia que Bento XVI fez acerca da corrupção no continente "apenas em duas ou três linhas".

Declarações de D. Januário Torgal
in publico.pt

foto: L'Astronaut De La Mer

Liberdade, igualdade e fraternidade

Meus amigos, armados de um coração íntegro, magnânimo e compassivo, podereis transformar este continente, libertando o vosso povo do flagelo da avidez, da violência e da desordem e guiando-o pela senda daqueles princípios que são indispensáveis em qualquer democracia civil moderna: o respeito e promoção dos direitos humanos, um governo transparente, uma magistratura independente, uma comunicação social livre, uma administração pública honesta, uma rede de escolas e de hospitais que funcionem de modo adequado, e a firme determinação, radicada na conversão dos corações, de acabar de uma vez por todas com a corrupção

Mensagem de Bento XVI na sua visita a Angola

Eu sou o caminho a verdade e a vida (*)

"É claro que há circunstâncias, e do ponto de vista médico não tenho qualquer dúvida, em que proibir o preservativo é consentir na morte de muitas pessoas", acrescentou, considerando que, neste sentido, "as pessoas que estão aconselhar o Papa deveriam ser mais cultas".

Declarações de D. Januário Torgal a propósito das declarações do Papa acerca do uso do preservativo.
in publico.pt
(*) Envangelho de S. João,14

"as pessoas que estão aconselhar o Papa deveriam ser mais cultas"

Declarações de D. Januário Torgal a propósito das declarações do Papa acerca do uso do preservativo.
in publico.pt

domingo, março 22, 2009

All you need is love

Jennifer Aniston, actriz

"I actually feel that I have been unbelievably lucky in love"

in vogue

sábado, março 21, 2009

Benitio Del Toro me "Che"

Lisa Howard: What is the most important quality for a revolutionary to possess?
Ernesto Che Guevara: Love.
Lisa Howard: Love?
Ernesto Che Guevara: Love of humanity... of justice and truth. A real revolutionary goes where he is needed.

Extraído do filme Che realizado por Steven Soderbergh

sexta-feira, março 20, 2009

Trocadilhos felizes

João Rendeiro: o banqueiro que não rendeu.

João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português

Título de capa da revista visão,19mar09

Dinheiro sujo

foto: meia-hora

Falando perante o comité do Congresso que está a investigar os 165 milhões de dólares atribuídos em bónus pela AIG, Ed Lilly disse ter "pedido aos funcionários da AIG Financial Products [subsidiária que registou os maiores prejuízos dentro do grupo] que receberam prémios superiores a 100 mil dólares para devolverem pelo menos metade desse valor".

in publico.pt

quinta-feira, março 19, 2009

quarta-feira, março 18, 2009

terça-feira, março 17, 2009

Preto-recessão

O negro dominou ao fim de quatro dias de desfiles na ModaLisboa/Estoril.
"Há uma profusão de preto. Imagino que os criadores, por uma questão de contenção, estejam a ir às suas reservas e que os fabricantes de tecidos estejam a disponibilizar os seus excedentários - o preto está sempre em stock e isso faz sempre parte da gestão de um ano" como 2009.

Eduarda Abbondanza, ModaLisboa/Estoril
in publico.pt,16mar09

"Yo solo no puedo parar la pobreza infantil, ayúdame a conseguirlo" (*)

Iker Casilas, jogador de futebol

Iker Casillas impulsiona uma campanha de radicação da pobreza desiganda Paremos la pobreza infantil
El pais

segunda-feira, março 16, 2009

São uns cagões (*)

(*) "Elogio"polémico de Pedro Mexia à classe dos advogados
in publico.pt

Não ha coincidências

“A crise não é resultado de um vírus que nos contaminou. Os bloqueios a que se chama crise são a expressão dos resultados das práticas patronais e das políticas seguidas ao longo dos últimos anos”

Carvalho da Silva, discurso na manifestação de Lisboa, 13Mar09

domingo, março 15, 2009

Roubo

Também a GALP conseguiu, em contraciclo, fechar o ano com lucros excepcionais. Para tal foi decisivo o último trimestre de 2008, com lucros acrescidos de 200% relativamente ao ano anterior. E para isso foi decisiva esta nova e brilhante estratégia de gestão a que chamam time lag e que consiste em ir atrasando a descida dos preços ao consumidor quando o preço desce na origem.
Se a memória me não falha, anda para aí um organismo qualquer a estudar há mais de seis meses se esta estratégia será verdade ou não.
E, enquanto eles vão estudando o assunto, sem pressa alguma, os lucros já lá cantam. Directamente roubados do nosso bolso. Roubados - é essa a palavra.

Miguel Sousa Tavares in Expresso

La mujer negra más guapa del mundo (*)

Halle Berry, actriz

(*) segundo El pais

sábado, março 14, 2009

Raquel Freire, realizadora de cinema

Eu não discrimino as pessoas por quem me apaixono em função do sexo ou do género.
Apaixono me por uma pessoa inteira.

Raquel Freire entrevista em Bairro Alto
RTP2

sexta-feira, março 13, 2009

A real politik

Ao mesmo tempo que, na Guiné, Nino Vieira era enterrado no maior dos ostracismos, em Lisboa prestava-se homenagem a José Eduardo dos Santos.
Nino não foi certamente menos ditador do que José Eduardo dos Santos. Nem mandou matar mais nem torturar com maior crueldade do que o actual Presidente angolano. E certamente que Nino e a sua família enriqueceram muito menos que o clan presidencial de Angola.
Acontece simplesmente que os políticos, sobretudo se forem déspotas, são tratados neste lado do mundo não tanto pelo que pensam ou fazem mas sim a partir do índice do temor que inspiram e das riquezas que se estima que controlam.
E Nino já não contava para nada.

Helena Matos no Publico

quinta-feira, março 12, 2009

Don´t you know, they are talking about revolution (*)

o PS não está a medir o grau da revolta, está a iludir-se um pouco com as sondagens que vai tendo. Era preciso estar mais atento às pessoas, e volto a dizer, saber de que lado se está.

Helena Roseta entrevistada pela TSF/DN
(*) Canção Tracy Chapman

quarta-feira, março 11, 2009

Negro escuro

O caso Freeport é exemplar de tudo que não deve ser feito.
Não deve ser feita uma aprovação de uma alteração do ordenamento de território nas condições em que aquela foi feita; não devia ter sido produzida uma decisão no tempo em que o governo estava em gestão; não deviam ter sido feitas aquelas pressas de aprovar para facilitar a situação, mesmo que o presidente da câmara assim o pedisse; nunca deveria ter sido feita a transformação do uso que não era urbano - que era um uso reservado - para a construção de um centro comercial.

Helena Roseta entrevistada pela TSF/DN

Negro

Eu já levo muitos anos de actividade política e sei, muitas vezes, que a publicação de determinadas notícias em determinadas alturas não é completamente inocente. Isso acontece.
(...) O que é negro no caso Freeport é o tempo que isto demorou e está a demorar. Isso é que é negro! E é negro para o País e para toda a gente.

Helena Roseta entrevistada pela TSF/DN,8mar09

terça-feira, março 10, 2009

Para a veia

A Assembleia de República aprovou um voto de pesar, com o consequente minuto de silêncio, pela morte de Nino Vieira.
Mário Soares tinha razão quando dizia que os homens violentos tinham mortes violentas.
O entreposto de negócio sujo em que a Guiné se transformou talvez devesse inspirar uma pausa sensata na hipocrisia diplomática do nosso Parlamento.
Pelos vistos, não.

Pedro Rolo Duarte in PRD, 10MAR09

Se não houve golpe de Estado, não foi por falta de golpe, mas só por falta de Estado (*)

Nuno Bredero de Santos in Diário de Notícias comentando o assassínio do então Presidente da República na Guiné Bissau.
9mar09

segunda-feira, março 09, 2009

Ou os quatro piscas ligados

Acredita que o PS virou à esquerda depois do último congresso?

Eu já disse, entre amigos: não sei se virou à esquerda nem se virou à direita, tenho impressão de que tem os piscas avariados.

Helena Roseta entrevistada pelo Diário de Notícias

sábado, março 07, 2009

foto: francesca català-roca

All you need is love

Lionel Messi, jogador de futebol

Como é que se tornou o jogador que é hoje?
Com muito amor pelo jogo.

Quanto?
Maior que tudo.

Messi entrevistado pelo Publico, 5mar09

sexta-feira, março 06, 2009

Zero à esquerda

"Do ponto de vista das ideias, do debate, da análise da situação actual, do contributo para a afirmação de um projecto político próprio, o congresso do PS não aqueceu nem arrefeceu, Foi zero."

José Carlos Vasconcelos in Visão, 05mar2009

quinta-feira, março 05, 2009

Como se já não estivesse congelado há muito

O ex-ministro das Finanças, José Silva Lopes, defendeu hoje [ontem] a necessidade de medidas não ortodoxas de combate à crise nomeadamente o congelamento de salários, em Portugal.

4mar09. in negocios.pt

Perspectivas

Inês Menezes, radialista

Os homens de uma forma geral são muito cobardes. Se sofressem um terço do que as mulheres sofrem, o mundo era um sítio muito mais fácil de viver. (…) É fácil padroniza-los porque são todos indecisos, só reagem quando estão à beira do abismo ou quando encostados à parede. E quase todos fazem aquele número que não suporto : dizer que sim, sorrir e não ouvir o que estamos a dizer

Inês Menezes entrevistada por Ana Sousa Dias
In Publica, 22fev09

quarta-feira, março 04, 2009

Salve-se quem puder

Esta crise não é igual às outras, para passar daqui a uns meses e voltar tudo ao que era dantes. Esta crise é bicho mais raro e impiedoso.
Esta é daquelas que vem para nos demonstrar que os fundamentos da nossa realidade estavam errados. Nenhuma destas crises (o Pânico de 1873, a Grande Depressão de 1929, a estagnação de que o Japão ainda não saiu) é igual às outras, salvo num pormenor: quando uma crise destas ocorre, não saímos como entrámos.
Muda a nossa relação com o trabalho, mudam os planos que fazemos para a nossa vida, muda até a maneira como nos encaramos uns aos outros.

Extraído do blogue de Rui Tavares

E um simplex para as listas de espera?

Consulta online das listas de espera está no simplex de 2009.

in publico.pt

terça-feira, março 03, 2009

Os interesses superiores da nação

"O que aconteceu não foi um golpe de Estado, foi pior que isso. São grupos das Forças Armadas que actuam em função do seu próprio interesse."

Eduardo Costa Dias, Professor de Estudos Africanos , comentando o assassinato do presidente da Guiné Bissau
in publico
Jacinta, música

"As frustrações da vida transmitem-se no palco."

in Semanário Sol, 21fev09

segunda-feira, março 02, 2009

Ocupados e preocupados

"Não se preocupem, ocupem-se!"

Carlos Santos Ferreira, CEO do Millennium BCP numa reunião com 4000 trabalhadores
in negocios.pt, 28fev09

Not in my garden

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, pronunciou-se hoje em Bruxelas pelo fim dos "off-shores", mas defendeu que o caso particular da Madeira é menos grave porque ainda há regras e Lisboa tem capacidade de supervisionar as suas operações.

in publico.pt

Dinheiro e a felicidade

O prémio deu-me o mundo, permitiu-me conhecer outros sítios. Sem ele, seria necessariamente uma pessoa diferente.

Renata Morgado, vencedora do "Quem quer ser millionário" em 2000, versão portuguesa.

domingo, março 01, 2009

foto: el pais, video sobre a obra de Francesca Woodman